Almanaque umdoistres

Setembro 2016

Todas as publicações em  Almanaque umdoistres são de textos e imagens que circulam diariamente entre as milhares de Caixas de Entrada de grupos que compartilham e-mails entre si. O endereço umdoistres@umdoistres.com.br, desde 2003 faz parte de incontáveis Catálogos de Endereço no Brasil e exterior. Nada publicado aqui é de autoria de nossa equipe - salvo quando assinado.

 Setembro 2016   Agosto 2016   Julho 2016   Junho 2016   Maio 2016   Abril 2016    Março 2016   Fevereiro 2016                                                                                                             Janeiro 2016

              Almanaque 2015  Almanaque 2014   Almanaque 2013  Almanaque 2012  Almanaque 2011   Almanaque 2010   Almanaque 2009   Almanaque 2008  

Divirta-se com alguns videos da série que "só podiam dar errado."

https://www.youtube.com/watch?v=xEQX1i5Yfnk

https://www.youtube.com/watch?v=TDz0Ni7IA0g

https://www.youtube.com/watch?v=MJpAY_KSkW0

https://www.youtube.com/watch?v=hdCrXLsJD-k

https://www.youtube.com/watch?v=ufjS8S8fs5A

https://www.youtube.com/watch?v=ue0tcChW3Kg

https://www.youtube.com/watch?v=hG0FzaNhJJ0

https://www.youtube.com/watch?v=Pcrv3PvR1GY

https://www.youtube.com/watch?v=6_011g1mEfw

https://www.youtube.com/watch?v=zJ1bKZTLrdY

Novo governo com a velha política das cleptocracias brasileiras. Dilma pode ocupar cargos públicos (decidiu o Senado)

LUIZ FLÁVIO GOMES, jurista, professor e diretor-presidente do Instituto Avante Brasil. Estou no professorLFG.com.br e no twitter: @professorlfg - http://luizflaviogomes.com/

Temer assume definitivamente o governo e novamente não está se comprometendo com o efetivo combate à corrupção sistêmica no país. Nem tampouco, até aqui, externou qualquer tipo de apoio à Lava Jato. Continuamos sem encontrar um governante sério que dê vida para as palavras de Ulysses Guimarães, que dizia:

“A moral é o cerne da Pátria. A corrupção é o cupim da República. República suja pela corrupção impune tomba nas mãos de demagogos, que, a pretexto de salvá-la, a tiranizam. Não roubar, não deixar roubar, pôr na cadeia quem roube, eis o primeiro mandamento da moral pública”.

O PMDB está envolvido até o último fio de cabelo no caso Petrobras e tantos outros de corrupção. A indignação popular contra a bandalheira pública conduziu à necessária troca do governo, mas com o PMDB-PSDB no governo não se muda o DNA cleptocrata da política brasileira, que foi agravada com o lulopetismo.

Temer pode nos surpreender, mas é certo que não está na programação histórica desses clássicos partidos (PT, PMDB, PSDB etc.) qualquer tipo de iniciativa séria que mude nossa tradição de desrespeito à coisa pública (tradição de mais de 500 anos).

Nas cleptocracias (cleptocracia = sistema de governo em que as instituições favorecem o enriquecimento ilícito com o dinheiro público, a improbidade administrativa assim como o enriquecimento politicamente privilegiado dos donos do poder, em detrimento da maioria da população), mesmo quando sobrepostas às democracias formais, a troca dos donos do poder, sem o comprometimento sério de que vai respeitar a coisa pública, transmite sempre a sensação de que o velho já morreu e o novo não nasceu.

Os governos, mesmo os democráticos, não nos oferecem garantias de mudanças profundas no velho estilo de se fazer política (ou seja, de se apropriar da coisa pública, seja o apropriante um agente público ou um agente privado com influência no governo).

Essa velha tradição (de só mudar as abelhas, não a colmeia) já não condiz com o Brasil moderno (que foi para as ruas pedir o impeachment por causa da corrupção). A forma de liderar nosso país, em regra, é o que existe de mais arcaico no cenário nacional. Os anos passam e isso teima em não desaparecer.

Nas sociedades comunistas (sob naufrágio total) as classes dominantes são formadas pelas burocracias subordinadas a um ditador. Nas sociedades capitalistas (ainda que se trate de um capitalismo peculiar, como é nosso caso) o Estado é a única instituição que catalisa os interesses dos donos do poder (oligarquias governantes mais grupos, setores ou famílias influentes), apresentando-os (magicamente) como interesses de todos (da coletividade).

Ter o poder, se apoderar do Estado (por qualquer que seja o meio constitucionalmente previsto), é o sonho diário de todos os que aspiram a exercer o poder político, porque isso permite que os projetos particulares se imponham sobre o resto da nação.

Temer não pode ser investigado, doravante, pelos crimes cometidos fora da sua função. Essa é uma interpretação equivocada da Constituição, que diz que o presidente não pode ser “processado” por crimes alheios à sua função. Investigado deveria ser (como Dilma também quando exercia a presidência).

O Senado “fatiou” o julgamento de Dilma: condenou-a à perda do cargo, mas não a inabilitou para o exercício de função pública. Nisso há um paradoxo. Se os senadores reconheceram que ela praticou crimes de responsabilidade contra a República, não poderiam permitir a ocupação de novas funções. Mas esse tipo de paradoxo é comum nas cleptocracias. Mais: tudo isso sinaliza com o grande “acordão” da lei de anistia que estão rascunhando.
[

O que são aqueles rastros brancos que alguns aviões deixam no céu?


 

Parece fumaça, mas não é. Os rastros brancos deixados no céu por alguns aviões são como pequenas nuvens, na verdade, formadas pela condensação do vapor de água.

O fenômeno é conhecido como “trilha ou esteira de condensação” ou, em inglês, “contrails''. Geralmente, essas nuvens aparecem quando o avião está em uma altitude acima de 8.000 metros e com uma temperatura externa abaixo de -40ºC.

Como funciona

Normalmente, a temperatura externa dos aviões quando atingem grandes altitudes (acima de 8.000 metros) é bastante baixa, chegando a -50ºC.

Ao mesmo tempo, as turbinas das aeronaves produzem uma descarga de gases quentes, com mais de 300ºC. Quando esses gases entram em contato com o ar extremamente frio, o vapor de água se resfria rapidamente e se condensa, formando pequenas gotas de água.

Com o movimento do avião, o resultado é uma fina nuvem, que pode ser longa e duradoura ou curta e rápida, dependendo da umidade e da temperatura da atmosfera. Quanto mais frio e úmido, maior e mais duradouro será o rastro.

Embora sejam constituídos, em sua grande maioria, por cristais de gelo, as trilhas também podem conter outros elementos provenientes da exaustão das aeronaves, como fuligem e dióxido de enxofre.

Primeiras observações

Os primeiros trilhos de condensação foram observados durante e logo após o término da 1ª Guerra Mundial (1914-1918), quando os aviões finalmente alcançaram altitudes necessárias para o fenômeno.

Uma das primeiras observações aconteceu em 1919, durante um voo em Munique, na Alemanha. Na ocasião, a aeronave alcançou uma altitude de pouco mais de 9.200 metros.


Fontes: Nasa e Departamento de Controle do Espaço Aéreo

27 fotos históricas da Nasa, a agência espacial americana 

 

17 casas chinesas que resistiram à exploração imobiliária