Almanaque umdoistres

 Agosto 2014

Todas as publicações em  Almanaque umdoistres são de textos e imagens que circulam diariamente entre as milhares de Caixas de Entrada de grupos que compartilham e-mails entre si. O endereço umdoistres@umdoistres.com.br, desde 2003 faz parte de incontáveis Catálogos de Endereço no Brasil e exterior. Nada publicado aqui é de autoria de nossa equipe - salvo quando assinado.

   Agosto 2014   Julho 2014   Junho 2014   Maio 2014   Abril 2014   Março 2014   Fevereiro 2014  Janeiro 2014

 Almanaque 2013  Almanaque 2012  Almanaque 2011   Almanaque 2010   Almanaque 2009   Almanaque 2008  

É só clicar no link abaixo que você encontra de tudo: livros, mapas, filmes etc...e o melhor, tudo grátis!
http://www.wdl.org/pt/browse/item_type.html

Espetacular ! Que tal tudo isto na sua casa?
http://www.youtube.com/watch?v=dAa6bOWB8qY&feature=player_embedded 

Teste seu conhecimento geográfico quanto à posição das Capitais de Países do Continente Europeu! Tem que acertar a seta sobre o local que você acha que é.
http://sorisomail.com/email/14220/es-bom-a-geografia.html

A música é “STAND BY ME” de John Lennon. O vídeo retrata um grupo de artistas de rua de várias partes do mundo (inclusive do Brasil) que não se conhecem entre si, e técnicos de som e imagem, voluntários sem remuneração, captaram o som de cada um destes artistas individualmente. São atuações ao ar livre e foi extremamente difícil excluir os ruídos exteriores e após remixado, tentou-se atingir um bom nível de pureza musical. Chegou-se a esta maravilha musical conseguida através de alta tecnologia, e que num instante, reúne pessoas de todo o mundo, fazendo-as sentir e falar ao mesmo tempo uma linguagem universal: A música. Momentos como este, de grande dedicação e generosidade, fazem-nos ainda ter alguma esperança na humanidade. Para os “apaixonados” por música: Basta clicar e assistir a uma obra absolutamente impressionante (técnica e musicalmente falando).
http://vimeo.com/moogaloop.swf?clip_id=2539741 

Propina sobe para 8% no Ministério dos Transportes

LUIZ FLÁVIO GOMES, jurista e diretor-presidente do Instituto Avante Brasil.
Estou no professorLFG.com.br e no twitter: @professorlfg

Meus amigos: diariamente noticia-se o envolvimento de um político ou de um partido com a corrupção (promovida, sobretudo, por construtoras e bancos, que financiam as campanhas eleitorais por meio de "doações" que, na verdade, são "investimentos"). O PR ocupa o Ministério dos Transportes. Há 4 anos cobrava 4% dos fornecedores do Ministério. Hoje a propina subiu para 8%. O deputado João Carlos Bacelar (PR-BA) diz que o Djalma (dono da empreiteira Pavotec) é um "picareta". Este diz que o deputado quer percentual do contrato feito com a Valec (Veja30/7/14: 47-49). Enquanto não sairmos desse lamaçal imoral (que envolve bancos, empreiteiras, políticos e partidos, que fazem parte de uma classe degenerada, que se distingue pela vulgaridade e, muitas vezes, pela periculosidade) nosso progresso está comprometido. No campo da segurança pública, a desordem está imperando. No campo da política, a corrupção está matando nosso progresso. Nenhum país do mundo nessas condições se torna uma nação próspera. A não reeleição dos políticos, neste momento, constituiria um freio ao agravamento desse quadro trágico (de degeneração, vulgaridade e imoralidade), que marca incontáveis carreiras políticas sujas. A limpeza (a assepsia) da política tem que começar (a) pelo fim da reeleição para todos os cargos públicos eletivos e (b) pela possibilidade de "recall" do político, ou seja, possibilidade de destituí-lo do cargo eletivo antes do final do mandato quando ele não cumpre seus deveres éticos, morais e civis. O momento não é mais só o de criticar (como faz a mídia, corretamente, com frequência), sim, também de agir. Todo organismo sadio tem que se livrar das suas partes necrosadas. Toda sociedade próspera tem que censurar, limitar, isolar e reeducar suas partes degeneradas, para que elas possam melhorar. De qualquer modo, nenhuma sociedade tem prosperidade quando governada por pessoas da classe degenerada. Temos que nos mobilizar para alcançar isso (porque quem não participa da vida política do seu país, não necessariamente partidária, é um idiotés, diziam os velhos gregos). Não podemos nos comportar comomassa vulgar e degenerada, sim, como nação que quer sair do atoleiro em que se encontra. Avante!

Página oficial do movimento: www.fimdopoliticoprofissional.com.br

 100 anos da Primeira Guerra Mundial: 20 curiosidades que você precisa saber
Conheça um pouco mais sobre esse terrível episódio da história da humanidade.

Como você sabe, este ano o início da Primeira Guerra Mundial completa 100 anos. O conflito aconteceu como resultado de uma série de eventos que culminaram em quatro anos de confrontos violentos que envolveram nações de cinco continentes. A guerra durou de 1914 a 1918 e, além de provocar a queda de quatro grandes impérios o Otomano, o Russo, o Austro-Húngaro e o Alemão, também redefiniu geopolítica mundial.

E o conflito não se limitou em apenas em transformar o mapa-múndi radicalmente e em deixar um rastro de destruição e morte: como resultado da Primeira Guerra Mundial ocorreu o genocídio na Armênia, a Revolução Russa e a assinatura do Tratado de Versalhes. E como consequência disso tudo, o surgimento de Adolf Hitler e do nazismo, a ocorrência da Segunda Guerra Mundial e o desabrochar do mundo como conhecemos hoje.

Assim, que tal conferir um superbreve panorama sobre o que provocou o conflito e uma série de curiosidades que você precisa conhecer?

Breve panorama

Uma década antes do início da guerra, a Europa era um continente cosmopolita que vivia um momento econômico muito propício e testemunhava um acelerado desenvolvimento industrial. A maioria dos países compartilhava de valores em comum e, coletivamente, testemunhava o surgimento de inovações científicas e mudanças culturais. Contudo, a Alemanha, devido a diversas questões políticas e sociais internas, não era favorável à modernização.

E, em meio a isso tudo, desde o final do século 19, existia uma forte competição imperial - não esqueça que o Império Otomano, Russo, Austro-Húngaro, Alemão, Britânico a Itália e a Terceira República Francesa eram praticamente os “donos” do planeta na época -, e a sensação que se tinha era a de que o mundo estava cheio demais e que já não existiam mais lugares por conquistar. Especialmente para a Alemanha, que desejava consolidar seu império.

Com o tempo, os alemães, que se viam cercados por seus “inimigos” imperialistas, começaram a sentir sob pressão e, portanto, apesar do bom momento vivido na Europa, existia no continente um clima de profunda tensão. E, finalmente, há exatos 100 anos, ou seja, no dia 28 de julho de 1914, um atentado serviu de estopim para o início da guerra.

Início formal

O que desencadeou o conflito formalmente foi o assassinato do Arquiduque Franz Ferdinand herdeiro do Império Austro-Húngaro e sua esposa Sophie. O incidente ocorreu em Sarajevo e levou o Império Austro-Húngaro a declarar guerra contra a Sérvia.

Assim, embora tenha tido início entre os austro-húngaros e os sérvios, foi uma questão de tempo até que as demais potências europeias - e de países de outras partes do mundo - se unissem ao conflito, em um verdadeiro efeito dominó.

Curiosidades sobre a Primeira Guerra Mundial:

1 – Após a declaração de guerra entre austro-húngaros e sérvios, a Alemanha declarou guerra contra a Rússia no dia 1 de agosto e, dois dias mais tarde, contra a França;

2 – No dia 4 de agosto, a Grã Bretanha declarou guerra contra a Alemanha e se uniu à França e à Rússia, formando o grupo dos aliados;

3 – Em 23 de agosto, o Japão declarou guerra contra a Alemanha e, no dia primeiro de novembro, o Império Otomano se uniu ao Império Austro-Húngaro e ao Alemão para formar a coligação denominada Impérios Centrais. Os EUA se uniram ao conflito durante o último ano da guerra;

4 – A Primeira Guerra Mundial envolveu a participação de perto de 70 milhões de soldados de 30 países espalhados por cinco continentes, provocando a morte de aproximadamente 10 milhões deles durante os combates sem falar nas milhões de vidas perdidas devido à fome e ao surgimento de doenças;

5 – O conflito é o sexto com o maior número de mortes na História;

6 – A Gripe Espanhola foi a responsável pela morte de aproximadamente 1/3 de todos os militares que perderam suas vidas durante a guerra;

7 – Cães foram largamente utilizados como mensageiros, carregando ordens aos frentes de batalha através de capsulas que ficavam presas a seus corpos;

8 – Até então, nenhuma guerra havia se apoiado tanto no uso de trincheiras. Essas valas se estendiam por quilômetros de distância e muitas delas se tornavam alagadas e ficavam cheias de barro, enquanto que piolhos, doenças e ratazanas enormes infernizavam as vidas dos soldados entrincheirados;

9 – Cerca de 40 quilômetros de trincheiras foram construídos só no famoso “Frente Ocidental”, e muitas delas tinham nomes inspirados em endereços de verdade;

10 – A expectativa de vida nas trincheiras era de aproximadamente seis semanas, sendo que os oficiais com menos patentes e os que carregavam as macas estavam entre os que se expunham mais aos riscos;

11 – Aproximadamente 6 mil homens morriam todos os dias durante a guerra;

12 – Todas as semanas, aproximadamente 12 milhões de cartas eram entregues aos soldados;

13 – A Primeira Guerra Mundial deu início ao desenvolvimento da cirurgia plástica, e os primeiros bancos de sangue também foram criados durante o conflito;

14 – Oficialmente, os soldados britânicos tinham que ter 19 anos para servir ao exército. Contudo, estima-se que cerca de 250 mil garotos tenham mentido suas idades e o mais jovem soldado de que se tem notícia tinha apenas 12 anos;

15 – Em dezembro de 1914, soldados da Força Expedicionária Britânica ouviram soldados alemães entrincheirados em Frelinghien, na França, cantando hinos natalinos e viram que os oficiais haviam colocado pequenas lanternas e árvores Natal ao longo das trincheiras. Os homens de ambos os exércitos começaram a trocar mensagens e, no dia seguinte, todos concordaram em declarar uma trégua informal, passando o dia na companhia uns dos outros;

16 – Durante a trégua, os soldados trocaram presentes, jogaram futebol e tiraram fotos juntos. Esse dia se transformou em uma das lembranças mais emotivas da Primeira Guerra Mundial, um momento no qual inimigos permitiram que a compaixão triunfasse sobre suas diferenças políticas e se criasse um breve respiro dos horrores da guerra;

17 – Um dos conflitos mais sangrentos da História da Humanidade ocorreu durante a Primeira Guerra Mundial. Conhecida como “Batalha de Somme”, ela resultou na morte de mais de 1 milhão de pessoas, e ocorreu durante um esforço dos britânicos em expulsar os soldados alemães de suas trincheiras;

18 – Assim, no primeiro dia da ofensiva em Somme, depois de cavar túneis sob as trincheiras dos alemães e posicionar quase 30 toneladas de explosivos, os soldados britânicos fizeram seus inimigos voarem pelos ares. A cratera resultante da explosão existe até hoje, medindo mais de 90 metros de diâmetro e mais de 20 de profundidade;

19 – A papoula vermelha se transformou no símbolo da Primeira Guerra Mundial graças a um cirurgião canadense chamado John McCrae. O médico escreveu um triste poema em homenagem a um amigo que morreu durante o conflito e, nele, McCrae menciona as papoulas vermelhas como sangue dos campos de Flandres, na Bélgica;

20 – Hoje, as flores podem ser vistas na primavera e começo do verão pelo local que durante a guerra foi o Frente Ocidental, e servem para recordar a todos os soldados caídos durante as batalhas.



100 anos da Primeira Guerra Mundial

Galeria de imagens interessantes e chocantes da 1ª Guerra Mundial que completa 100 anos em 2014. Esta guerra mudou o mapa do mundo e fez surgir personagens que influenciariam diretamente no resultado da inevitável 2ª Guerra Mundial. São fotos históricas, a maioria legendadas que contam em detalhes este terrível e sangrento conflito que matou aproximadamente de 16 a 40 milhões de pessoas.